Inefável Solilóquio


Espadana
2 março , 2017, 19:41
Filed under: Poesia, Uncategorized

para Daniel Caldas

 

Tatua tua lascívia nos meus pêlos inertes

Deixe estar tuas pupilas úmidas que cavam colheitas

Incertas e trêmulas

Escamas que ocultam os orvalhos da tua manhã

Ditam as garatujas da minha face e

Flâmulas

Feitas de linhos inférteis

Perseguem cores de retinas alheias

Vãs.

Anúncios