Inefável Solilóquio


Se Pandora enfrentasse Moiras
26 setembro , 2007, 0:10
Filed under: Poesia

– Mas você quer?

O quê? “Você quer?”
Não conseguia conceber
a possibilidade do querer
como determinante para o que vier…

– Tem futuro?
– Nunca sei se tem futuro…

Como se vivesse pelos anseios de outrem…
Amanhecida sob as mãos que mantém…

-Nunca sei se tem futuro…
– Mas você quer?

Verbo que somente lustro,
deixo pálido
e juro, também cálido

– Mas você quer?
(Silêncio)
(Sorrisos)
(Momentos)
(Desatinos)

 

 

Juliana dos S. de A. Sampaio

Anúncios

Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: