Inefável Solilóquio


Se Pandora enfrentasse Moiras
26 setembro , 2007, 0:10
Filed under: Poesia

– Mas você quer?

O quê? “Você quer?”
Não conseguia conceber
a possibilidade do querer
como determinante para o que vier…

– Tem futuro?
– Nunca sei se tem futuro…

Como se vivesse pelos anseios de outrem…
Amanhecida sob as mãos que mantém…

-Nunca sei se tem futuro…
– Mas você quer?

Verbo que somente lustro,
deixo pálido
e juro, também cálido

– Mas você quer?
(Silêncio)
(Sorrisos)
(Momentos)
(Desatinos)

 

 

Juliana dos S. de A. Sampaio